Mãe de Dr. Anderson Aquino, divulga nota de repudio a mentiras veiculadas...

Mãe de Dr. Anderson Aquino, divulga nota de repudio a mentiras veiculadas em Blog da cidade de Ouricuri

0
COMPARTILHAR

– Independentemente de quem votamos o direito do outro tem que ser preservado.

Com muita tristeza e preocupação li uma publicação de um Blog da cidade de Ouricuri, insinuando que a candidatura de Dr. Anderson teria várias irregularidades. Isso não procede!

Por que tanto empenho em desqualificar e fazer ofensas morais a um determinado candidato? Por que tudo isso? Por que só uma certa pessoa tem direito de ser candidato em Ouricuri? Todo cidadão brasileiro tem direito de votar em quem quiser e também de ser votado. Ainda estamos no regime democrático.

Ouricuri precisa de um líder que lute pelo povo e respeite o direito de todos. Essa corrente de ódio quando se espalha pode ser perigosa. Pode trazer sérios danos e até risco de vida. Pessoas fanáticas não medem consequências. Pessoas formadoras de opinião deveriam ter outro tipo de comportamento.

O Dr. Anderson é candidato, sim!  É preciso que todos saibam que a Ação, já foi julgada e dado ganho de causa a Anderson. Não foi constatada nenhuma irregularidade. Já estava aprovada, entretanto, eles apelaram, alegando que o documento de afastamento fornecido pelo Hospital de Ouricuri é falso. Isso não é verdade!

Novamente vão ser desmascarados. Apenas retardar a aprovação e publicação por conta dos trâmites da lei. Novamente o TRE vai analisar os fatos e rejeitar porque a mentira só anda enquanto a verdade não chega. É só uma questão de tempo.

Tudo isso tem por objetivo, retardar a aprovação da candidatura, tumultuar a campanha, desqualificar o candidato e principalmente confundir o eleitor para desistir de votar nele.

A justiça de Deus, tarda, mas não falha! – Celia Rodrigues.

Em consulta a página do TSE (http://divulgacandcontas.tse.jus.br/divulga), na mesma consta que a situação do candidato Dr. Anderson Aquino (PC do B) é AGUARDANDO JULGAMENTO, ou seja, cujo pedido ainda não foi julgado. (ASCOM)

DEIXE UMA RESPOSTA