Blog Página 4

POLICIAIS DA 7ªCIPM PRENDEM HOMEM POR VIOLÊNCIA DOMÉSTICA EM SANTA MARIA DA BOA VISTA-PE

0

Por volta das 18h00 do dia 13/04, durante a Operação de Combate ao CVLI e CVP, solicitada pela Central de Operações, a GT Sede I SMBV se deslocou até a Rua 05, nº 278 do Bairro Santa Luzia, onde a senhora Gileide da Silva Araújo, 42 anos relatou que seu companheiro Francinete Ferreira, 40 anos estava proferindo ameaças contra a vida dela e dos filhos, forçando entrada na casa e dizendo que mataria todos queimados.

Segundo testemunhas, no dia 08 do corrente mês (domingo) ele teria ateado fogo na casa.

O envolvido foi encaminhado à DPC de Cabrobó e autuado em flagrante delito por violência doméstica, sendo posteriormente recolhido à cadeia pública.

Da Redação do Blog do Edy Vieira/PMPE

Vet Clínica

Roberta Arraes se reúne com Secretário da Defesa Civil para discutir ações imediatas para Bodocó e Trindade devido as fortes chuvas

0

Preocupada com a Região do Araripe em especial as cidades de Bodocó e Trindade as mais atingidas pelas últimas chuvas, a Deputada Roberta Arraes esteve reunida nesta tarde com o Secretário da Defesa Civil do Estado, o Coronel Luiz Augusto, solicitando apoio do Governo de Pernambuco, para as vítimas das enchentes de Bodocó e Trindade.

São muitas famílias desabrigadas sem contar com as dificuldades que estas cidades estão passando dar abrigo, alimentação, água e tantas outras necessidades que passam a necessitar.

A nossa reunião foi no sentido de além de nos disponibilizarmos, saber quais as ações o governo do estado estará tomando e como somos conhecedores da região trouxemos sugestões para que o governo do estado possa agir com mais rapidez dentro destas prioridades apresentadas.

Sei que vamos contar com a ajuda do Governador Paulo Câmara e toda a sua equipe neste momento difícil em que estas cidades enfrentam devido às chuvas, disse Roberta Arraes.

 Da Redação do Blog do Edy Vieira

Neto Móveis

BODOCÓ: Em nota Prefeitura afirma que estão sendo definidas ações necessárias para minimizar os impactos causados pelas fortes chuvas

0

Nota à Imprensa

O prefeito Túlio Alves reuniu a equipe de governo e Corpo de Bombeiros na tarde desta sexta-feira (13) para tratar sobre as definições das ações de contingência que serão executadas para minimizar os impactos causados pelas fortes chuvas que caíram durante toda esta madrugada.

Entre os problemas, estão cerca de 350 casas inundadas, centenas de famílias desabrigadas, além de locais com acesso impossibilitado a algumas comunidades rurais, além do trecho da PE-545, que liga as cidades de Bodocó e Ouricuri, que foi bloqueado, após a pista ceder.

Todas as secretarias municipais estão mobilizadas em função de ações e medidas para garantir suporte para alojamento, alimentação, medicações e assistência médica e social aos desabrigados.

A Secretaria de Infraestrutura segue realizando levantamento de todas as casas e pontos alagados, além do monitoramento das barragens e açudes do município.

O prefeito Túlio Alves além de mobilizar todas as equipes da prefeitura e monitorar as ações, fez um pelo à população: “em nome de cada bodocoense, peço que possamos unir forças para ajudar as pessoas que mais precisam neste momento, como também pedimos que as pessoas que estão em área de risco não apresentem resistência para saírem de suas casas.”

A Agência Pernambucana de Águas e Climas (APAC) emitiu Aviso Hidrometereológico nesta sexta-feira, que indica a probabilidade de significativos acúmulos de chuvas com intensidade de moderada a forte na região do sertão nos próximos dois dias.

A Coordenadoria de Defesa Civil de Pernambuco (Codecipe) e a Defesa Civil de Petrolina estão se dirigindo a cidade para as medidas cabíveis.

Assessoria de Comunicação | Prefeitura de Bodocó

Da Redação do Blog do Edy Veira/ASCOM

Sertão do Araripe: temporal rompe ponte entre Bodocó e Ouricuri e tráfego na rodovia Asa Branca está bloqueado

0

Fortes chuvas alagaram Ruas, invadiu casas e deixou várias famílias desabrigas em Bodocó-PE

Nenhum veículo consegue passar pela rodovia Asa Branca que liga as cidades de Bodocó e Ouricuri, na região do Sertão do Araripe pernambucano.

As fortes chuvas que caem na região ocasionaram o rompimento de uma ponte que fica próxima a capital do queixo e do leite.

O Corpo de Bombeiros de Ouricuri interditou a ponte desde o início da manhã desta sexta-feira (13), evitando assim que alguma tragédia acontecesse. O tráfego está interrompido por prazo ainda indeterminado e a defesa Civil esteve no local pela manhã.

Segundo informações chegas agora à tarde ao BLOG DO EDY VIEIRA a ponte está comprometido e corre risco de ceder.

Em Bodocó, choveu cerca de 175 mm nas últimas horas até a manhã desta sexta-feira (13), ocasionando grandes alagamentos em alguns bairros e centro da cidade.

Dezenas de famílias estão desabrigadas, e o prefeito Túlio Alves deve decretar estado de calamidade a qualquer momento.

A igreja Católica está arrecadando doações como dinheiro, alimentos e roupas para os desabrigados e desalojados e a cada instante mais famílias ficam sem suas casas.

AS DOAÇÕES PODEM SER FEITAS ATRAVÉS A CONTA

BANCO DO BRASIL

AGÊNCIA 0809-0

CONTA CORRENTE 8113-2

PARÓQUIA SÃO JOSÉ

Da Redação do Blog do Edy Vieira

Policia Militar prende no estado de São Paulo, acusado de praticar um Homicídio na Cidade de Ouricuri-PE. O Crime Ocorreu há 20 anos

0

Mais uma Prisão decorrente da interação das Policias Militares dos dois Estados

Após realizar intenso trabalho de inteligência com o intuito de localizar o paradeiro de um indivíduo acusado de ter praticado um homicídio na cidade de Ouricuri-PE, o NIS-4/7°BPM-9ªCIPM da Policia Militar de Pernambuco através de troca de informações com o Serviço de Inteligência da PM do estado de São Paulo, encontraram indícios de que o foragido poderia estar morando no estado de São Paulo, e após alguns dias de monitoramento e utilizando técnicas de inteligência conseguiram capturar o mesmo na manhã desta Quinta-Feira (12/04/2018) na cidade de Guararema-SP.

IRANILDO COUTINHO DE ARAUJO, conhecido por “Baioca” é suspeito de envolvimento em vários homicídios e era considerado foragido da justiça, contra o mesmo existia um Mandado de Prisão em aberto pelo crime de Homicídio Qualificado, Processo de N° 95-03.1998.8.17.1020, expedido pelo Magistrado: Sydnei Alves Daniel, juiz de Direito da 1° Primeira Vara da Comarca de Ouricuri.

O Caso:

O crime ocorreu a No dia 22 de Março de 1998 (20 anos atrás), quando por volta de 00:30 hs no povoado do Lopes, zona Rural da Cidade de Ouricuri-PE, utilizando de uma arma de Fogo, “Baioca” assassinou a sangue frio o popular Ricardo Coelho Dias, que na época do crime tinha 18 anos, e desde então Iranildo Coutinho era procurado. (PMPE)

‘Esse sujeito fala com Deus?’, diz Gilmar em crítica a Sergio Moro

0

O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), voltou nesta quarta-feira (11) a fazer críticas ao Ministério Público Federal (MPF) e aos juízes federais Sergio Moro e Marcelo Bretas, responsáveis, respectivamente, pelos processos da Operação Lava Jato em Curitiba e Rio de Janeiro. Na sessão do STF que analisa um habeas corpus do ex-ministro Antonio Palocci, preso desde setembro de 2016 na Lava Jato, o ministro citou o que classifica como “arbítrio” de Moro e Bretas e atacou as prisões preventivas determinadas pelo magistrado paranaense.

“Na verdade nós transformamos as prisões provisórias do doutor Moro em prisão definitivas. Esse é o resultado nesses casos. Então é melhor suprimir a Constituição. Já que tem o código penal de Curitiba, que se crie da Constituição de Curitiba. É isso que nós estamos fazendo. As prisões provisórias, as prisões cautelares, elas ganham caráter de definitividade. Por que se trata de decisões bem elaboradas? Esse sujeito fala com Deus? Do que nós estamos falando? Ou nós estamos fazendo populismo judicial?”, atacou o ministro, em um aparte ao voto de Marco Aurélio Mello.

Gilmar Mendes ainda disse que “as prisões provisórias, se não puderem ser revistas, elas se tornam definitivas, e aí nem precisa esperar o segundo grau, já basta a queda da caneta na prisão provisória, não precisa esperar sentença. É essa a consequência da decisão que estamos tomando”.

As declarações de Gilmar foram dadas diante da provável repetição do placar de 6 votos a 5 para negar o habeas corpus, que já havia ocorrido no Supremo na semana passada, em análise de pedido semelhante pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Com o empate que se desenha neste momento, de cinco votos a favor do habeas corpus e cinco contrários, o voto de minerva deve ser dado, novamente, pela presidente do STF, ministra Cármen Lúcia.

Em outro aparte, desta vez ao voto do ministro Ricardo Lewandowski, Gilmar Mendes já havia feito críticas aos procuradores e aos juízes da Lava Jato, que ele considera excessivamente “empoderados”. “O que se quer é criar um estado policial, empoderar gente que já está totalmente empoderada?”, indagou Gilmar, para quem o Supremo, ao negar o habeas corpus de Palocci pelo motivo alegado, estaria sendo “cúmplice de grandes patifarias que estão a ocorrer”.

“Não conhecer do habeas corpus significa dar imunidade ao arbítrio, seja de Moro, seja de Bretas, qualquer juiz, e aos procuradores (…) todas essas invencionices procedimentais para não conhecer de habeas corpus na verdade não matam apenas o habeas corpus, é a morte deste tribunal”, criticou Gilmar Mendes. Ainda conforme o ministro, o habeas corpus é a “matriz do processo constitucional brasileiro”.

Gilmar também classificou os magistrados como “falsos espertos” e os acusou de combinar decisões no caso em que o ministro havia impedido a transferência do ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral (MDB-RJ) a um presídio federal, mas Sergio Moro e Marcelo Bretas acabaram determinando que Cabral fosse levado do Rio a uma cadeia em Curitiba. “Combinam processos para revogar decisões nossas, porque estão bafejados pela opinião publicada, são os falsos espertos”, disse. “As espertezas fazem mal ao estado de Direito, as espertezas são boas para Neymar, Cristiano Ronaldo, no futebol, não no estado de Direito”, continuou.

Mulher de coronel Lima pagou em espécie obra de filha de Temer, diz jornal

0

Uma reforma feita em 2014 na casa da filha de Temer, Maristela Temer, pela arquiteta Maria Rita Fratezi, mulher do coronel Lima, está na mira dos investigadores da Polícia Federal (PF). A suspeita é de que as obras tenham sido pagas com dinheiro de propina da JBS. As informações são da Folha de S. Paulo.

A suspeita veio à tona durante a Operação Skala, deflagrada no último dia 29, que prendeu amigos de Temer, entre eles, o próprio coronel Lima, além do empresário e advogado José Yunes, e do ex-ministro da Agricultura Wagner Rossi (MDB).

As detenções foram autorizadas pelo ministro Luis Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), relator do inquérito que investiga Temer por suposto recebimento de propina em troca de benefícios a empresas do setor portuário via decreto.

O imóvel em questão está localizado no bairro Alto de Pinheiros, zona oeste de São Paulo, e conta com 350 metros quadrados. Apontada por um dos fornecedores da obra como sendo a responsável por pagar a ele R$ 100 mil em espécie, Maria Rita foi intimada pelo ministro Barroso, durante a operação.

De acordo com a Folha de S. Paulo, Piero Cosulich, dono da Ibiza Acabamentos, uma das empresas que entregaram material na residência de Maristela, Maria Rita era quem levava, pessoalmente, o dinheiro na loja.

“Foi Maria Rita Fratezi quem fez os pagamentos, em espécie, em parcelas. Os pagamentos foram feitos dentro da loja. Ela vinha fazer o pagamento. Se estava dentro de um envelope, dentro de uma bolsa, não sei te confirmar”, afirmou Cosulich.

A arquiteta é dona, junto com o marido, da PDA Projeção e Direção Arquitetônico, empresa que teria feito a reforma, avaliada em cerca de R$ 1 milhão pela PF.

Farol apagado ajuda a prender suspeito de estelionato em Caruaru

0

Homem era procurado a partir de um mandado expedido em junho de 2013

Um suspeito de estelionato foi preso pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), nesta quarta-feira (11), em Caruaru, no Agreste de Pernambuco. O homem, de 59 anos, estava transitando com os faróis do veículo apagados, quando foi abordado pelos policias durante uma fiscalização.

Durante a abordagem no quilômetro 57 da BR 104, a equipe verificou a documentação pessoal do motorista e descobriu um mandado de prisão em aberto. O documento havia sido expedido pela 4ª Vara Criminal de Campina Grande, na Paraíba, em junho de 2013.

O motorista informou que estava sendo procurado, devido a um cheque que havia passado para um advogado. Ele foi detido e encaminhado à Delegacia de Polícia Civil de Caruaru.

Da Redação do B.log do Edy Vieira/PRF

BANNER POST 8