Blog Página 525

Câmpus Ouricuri recebeu a Segunda Jornada Universitária em Defesa da Reforma Agrária – Sertão PE/BA 2015‏

0

O câmpus Ouricuri do IF Sertão-PE recebeu, na última quarta-feira (29), a Segunda Jornada Universitária em Defesa da Reforma Agrária – Sertão PE/BA 2015, uma iniciativa conjunta do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) com a comunidade dos Institutos Federais e Universidades.

Em Ouricuri, ocorreu a Mesa-redonda “ Para entender a Reforma Agrária Popular: Fundamentos e Perspectivas” com os debatedores Sophia Branco ( câmpus Ouricuri do IF Sertão-PE), Reginaldo Rodrigues (MST-PE) e Joselita Tavares (Movimento dos Pequenos Agricultores – MPA) e a mediação da docente do câmpus Ouricuri, Cristiane Marinho.

Também aconteceu o 5º Cine-debate “Cinema da Terra” com a exibição do documentário dirigido por Sílvio Tendler “O Veneno Está na Mesa 2”, que retrata a problemática dos agrotóxicos nos alimentos. Ao final do filme, os professores Évio Galindo e Cristiane Marinho debateram sobre o tema.

Da Redação do Blog do Edy.com.br

Vet Clínica

Reunião: Governo irá se posicionar sobre a greve dos professores na próxima segunda-feira

0

O diálogo entre o Governo do Estado e Sindicato dos Trabalhadores em Educação (Sintepe) foi retomado após cinco horas de reunião nesta sexta-feira (1º) na sede da Secretaria de Administração (SAD), no Pina, Área Central do Recife. Os professores deflagraram greve no último dia 10 de abril. De lá para cá, não houve debate entre as partes. Na próxima segunda-feira (4), deve ocorrer nova Assembleia Geral da categoria, às 14h, no Centro Convenções.

De acordo com o presidente do Sintepe, Fernando Melo, a greve continua. “A reunião foi importante para o processo da retomada do diálogo, que foi reestabelecido”, declarou. Ainda conforme o sindicalista, os representantes do Governo informaram que vão se posicionar oficialmente através de um comunicado a ser enviado ao Sindicato nesta segunda. O impasse continua, por enquanto, já que a administração pública mantém postura de só negociar com o fim da paralisação.

Neste Dia do Trabalhador, participaram do encontro os secretários de Administração, Milton Coelho, e de Educação, Frederico Amâncio; uma comissão do Sintepe e o presidente da entidade, Fernando Melo. O Sintepe é contra o reajuste salarial de 13,01% apenas para os docentes sem ensino superior, o que deixa de fora 90% dos profissionais. O aumento do piso foi enviado pelo Executivo à Assembleia Legislativa e aprovado pelos deputados.

Da Redação do Blog do Edy.com.br

Neto Móveis

Lula pede que trabalhadores tenham paciência com Dilma

0

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) pediu aos trabalhadores presentes no evento de 1º de Maio da Central Única dos Trabalhadores (CUT) para que tenham paciência com a presidente Dilma Rousseff, como temos de ter com a mãe da gente, porque ela vai fazer o País voltar a crescer. É preciso, segundo ele, dar as mãos a ela num momento de dificuldades, mesmo que a presidente tome decisões que desagradem à categoria trabalhadora.

“Quero pedir a vocês que muitas vezes ficam nervosos com a Dilma irritados, que temos de ter paciência, como temos de ter com a mãe da gente. Ela foi eleita para governar quatro anos. Temos de ver o resultado final desse governo. Não tenho dúvida que daqui a quatro anos estaremos comemorando o êxito do seu mandato”, afirmou Lula, em evento, no Vale do Anhangabaú, no início da tarde desta sexta-feira (1º).

Lula disse que vai conversar com o povo brasileiro, trabalhadores, desempregados, camponeses e empresários e desafiar os que não se conformam com o resultado das urnas e que pregam a queda de Dilma desde que a presidente foi reeleita. “O povo tem de saber, principalmente os adversários, que mexeu com a Dilma mexeu com muita gente desse País, com milhões de brasileiros e a classe trabalhadora”, destacou o ex-presidente.

Sobre a elite brasileira, Lula afirmou não entender o medo de que ele reassuma o governo brasileiro. Disse que não tem intenção de ser candidato a nada, que é um cidadão quase aposentado, que está quieto e evitando muitas coisas pelo fato de ser um ex-presidente. Contudo, destacou: “Não me chame para briga porque eu volto. Eu não tenho intenção de ser candidato a nada, mas eu tenho vontade de brigar. A Dilma é presidente e eu quero que ela governe esse País e eu fico quieto no meu lugar para não dizer que eu estou tendo ingerência.”

Para ele, a elite brasileira, que contempla empresários e banqueiros, deveria agradecer sua passagem e a de Dilma no governo. Na sua opinião, porém, eles são “masoquistas e gostam de sofrer”. Lula reclamou ainda sobre o que considera insinuações na imprensa sobre seu suposto envolvimento na Lava Jato, que apura denúncias de cartel e corrupção na Petrobras.

“Eu não ia dizer isso aqui, mas estou notando todo santo dia insinuações: Ah! Lá na Operação Lava Jato, estão esperando que alguém cite o nome do Lula porque o objetivo é pegar o Lula. Essas revistas brasileiras são um lixo e não valem nada. Eu certamente serei criticado por estar sendo agressivo, mas queria dizer que peguem todos os jornalistas da Veja e da Época e enfiem um dentro do outro que não dá 10% da minha honestidade neste País”, criticou Lula.

Segundo ele, não tem um representante da elite brasileira que já não tenha recebido auxílio e tenha sido salvo pelo Estado brasileiro. “Eu conheci muitos meios de comunicação falidos e ajudei porque acho que é importante ajudar, porque a comunicação tem de ser forte, democrática e tem de funcionar. Quando alguém dizia que o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) não podia financiar prédio de editora, eu dizia pode. O dono de um jornal tem de ser tratado como qualquer empresário e ter direito a um financiamento e não precisa falar bem do governo porque ninguém está pedindo isso”.

Lula afirmou ainda que antes de o Partido dos Trabalhadores governar o Brasil, o País era governado apenas para 35% da população. “Pobre não entrava em shopping, pobre e nego não voava de avião, não fazia universidade neste País”, finalizou Lula, para um público estimado em cerca de 50 mil pessoas.

O evento foi organizado pela CUT, CTB, Intersindical, MST, MTST, CMP, FAF e organizações dos movimentos sociais, estudantil e sindical. A parte da manhã concentrou os atos políticos e shows musicais estavam programados para o período da tarde. Além de Lula, participaram do ato representantes de entidades sindicais, o ministro da Secretaria-Geral da Presidência da República, Miguel Rossetto, e o secretário de Relações Institucionais da Prefeitura de São Paulo, Alexandre Padilha, representando o prefeito da capital, Fernando Haddad (PT).

Da Redação do Blog do Edy.com.br (Fonte: Estadão Conteúdo)

Indústria: Diante de racionamento de água, polo de confecções do Agreste teme colapso

0

Para cada dois dias de abastecimento, outros 28 sem água. Essa é a realidade que começa a vigorar nesta sexta-feira (1º) em Santa Cruz do Capibaribe, principal cidade do Polo de Confecções Têxteis de Pernambuco. O município está na lista de 15 cidades do Agreste do Estado que começam a passar por um regime especial de abastecimento. Além de Santa Cruz, mais cinco municípios do polo vão ser afetados pela falta de água. O racionamento preocupa muito os produtores, que temem o colapso da indústria na região.

O cronograma diferenciado de fornecimento de água foi divulgado na semana passada pela Companhia Pernambucana de Abastecimento e Saneamento (Compesa). A ideia é poupar a Barragem de Jucazinho, localizada na cidade de Surubim, que se encontra com cerca de 8% da capacidade represamento total, que é de 300 milhões de metros cúbicos. Em fevereiro do ano passado esse percentual era de 30%.

Além de Santa Cruz, Caruaru, Toritama, Vertentes, Surubim e Riacho das Almas terão que seguir um calendário próprio de abastecimento. Em Caruaru, por exemplo, 40% da cidade vai ficar três dias com água para cada quatro sem e, em 60%, serão quatro dias com água para cada três sem. Em Toritama serão até 12 dias sem água para cada dois com.

“O racionamento das cidades já vinha acontecendo e os empresários começaram a procurar alternativas para superar o problema. Mas esse anúncio nos preocupa e muito, porque inclui cidades que até então não eram tão afetadas, como Caruaru. É preciso haver um planejamento de longo prazo, já que esse é um problema cíclico. Ou a gente se prepara, ou não vai mais ter indústria aqui”, diz Edilson Tavares, presidente do Núcleo Gestor da Cadeia Têxtil e de Confecções em Pernambuco.

A solução que vem sendo adotada pelas empresas consiste basicamente em comprar carros-pipa próprios para buscar água. Essa alternativa, no entanto, vem se tornando cada vez mais cara. “Cada vez os reservatórios estão mais distantes e fica mais oneroso por conta do custo do combustível”, reclama Arnaldo Xavier, dono da Rota do Mar, maior empresa de Santa Cruz. Mesmo só enviando 15% dos seus produtos para a lavanderia, a empresa precisa de um caminhão de 72 mil litros de água por dia para as manutenção da fábrica e fornecimento para os funcionários.

“Uma solução que estamos avaliando é que a indústria reutilize a água usada nas residências. Em Toritama, por exemplo, vimos que a água que abastece as casas é suficiente para atender as lavanderias. Estamos estudando exemplos em São Paulo e na Bahia onde isso vem dando certo. Se tudo continuar como está, vamos chegar ao colapso”, conclui Edilson Tavares.

Da Redação

Câmpus Ouricuri certifica 150 jovens de nove municípios do Sertão de Pernambuco‏

0

O câmpus Ouricuri do IF Sertão-PE certificou, nesta quarta-feira (29), 150 jovens dos municípios de Ouricuri, Santa Filomena, Exu, Flores, Santa Cruz da Baixa Verde, Araripina, Granito, Parnamirim e Serra Tahada, que concluíram o curso de Captação e Manejo de Água oferecido na modalidade Formação Inicial e Continuada (FIC) através do Projeto Escola das Águas pelo Centro de Habilitação e Apoio ao Pequeno Agricultor do Araripe (Chapada) em parceira com a instituição de ensino.

_LP17723A mesa coordenadora da certificação foi composta pelo diretor geral do câmpus Ouricuri, o professor Jean Carlos, pela coordenadora do Projeto Escola das Águas, Valéria Landim, pelo vereador de Ouricuri, Everaldo Valério, pela secretária de Educação de Santa Filomena, Noélia Rodrigues, pelo representante do prefeito de Ouricuri, Agripino Vieira, pela representante da ONG Caatinga, Lana Fernandes, e pelo vice-presidente da ONG Cecor e presidente do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Serra Talhada, Flaviano Marcos.

O professor Jean Carlos foi o primeiro a discursar. O docente agradeceu os alunos e os parceiros por acreditarem na instituição de ensino e aconselhou aos jovens: “ A única mola que angaria melhorias na nossa vida é a educação. Parabéns por terem concluído o curso com êxito e não parem nele. Continuem buscando a qualificação profissional”.

A representante do Chapada, Valéria Landim, reforçou os objetivos Projeto Escolas da Águas. “ O projeto tem o intuito de qualificar profissionalmente os jovens para que pudessem, por escolha própria, trabalhar como técnicos do campo nas áreas de convivência com o Semiárido, na agroecologia e se inserir no mercado de trabalho”, afirmou.

O formando Jonas Deyvid resumiu o sentimento dos estudantes. “ Tivemos vários motivos para fazer o curso. Desde o início do projeto, a cada etapa terminada ,todos ficamos com expectativa para os módulos práticos que se concretizaram na construção das tecnologias”, contou.

O curso de Captação e Manejo de Água teve cinco módulos e uma carga horária de 200 horas. Ele faz parte do Projeto Escola das Águas desenvolvido pelo Chapada e em parceira com Centro de Assessoria e Apoio aos Trabalhadores e Instituições Não Governamentais Alternativas (Caatinga), com o Centro de Educação Comunitária Rural (Cecor) e com o Câmpus Ouricuri e tem o patrocínio da Petrobras.

Da Redação do Blog do Edy.com.br/ASCOM

Eleitor faltoso tem até segunda para regularizar título

0

O eleitor que não votou e não justificou a ausência nas três últimas eleições consecutivas têm até segunda (04) para solicitar a regularização da inscrição junto ao cartório eleitoral e à Central de Atendimento ao Eleitor da Capital (CAEC), no Forte das Cinco Pontas. Quem não o fizer estará sob pena de ter seu título cancelado. Vale ressaltar que cada turno é uma eleição.

Quem não regularizar sua situação com a Justiça Eleitoral terá como sanção os seguintes impedimentos: tirar passaporte, candidatar-se a concurso público ou matricular-se em instituição de ensino oficial ou participar de benefícios sociais, a exemplo do Bolsa Família.

Para consultar se o seu documento está sujeito ao cancelamento, o eleitor pode acessar o Portal do Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (www.tre-pe.jus.br) no caminho Eleitor>Situação Eleitoral. A quitação pode ser feita em qualquer cartório eleitoral.

Da Redação do Blog do Edy.com.br

NASF intensifica Campanha de alimentação saudável no auxilio e controle aos fatores de risco

0

Realizar ações em prol da prevenção de doenças e promoção de hábitos mais saudáveis tem sido uma das metas do Núcleo de Apoio à Saúde da Família (Nasf) em Ouricuri. Neste sentido, o Núcleo ligado à secretaria municipal de saúde está promovendo a campanha “Alimentação saudável no auxilio e controle aos fatores de risco”.

O lançamento da Campanha foi feito no último dia 08 de abril durante a aula da academia da saúde e já beneficiou também os idosos que fazem parte do Programa Felicidade na Melhor Idade. Além destes grupos, a Campanha se estende às Unidades de Saúde Básica da Família (UBS) e escolas do município.

As ações da campanha são compostas por palestras educativas sobre a importância da alimentação saudável, teste de glicemia, avaliação física com medição de peso, altura e circunferência do quadril e abdômen, além da mensuração dos sinais vitais, isto é, a equipe afere temperatura do corpo, respiração, pulso e pressão arterial.

Da Redação do Blog do Edy.com.br/ASCOM

BANNER POST 8