Blog Página 669

Futuro do PSB é incerto, avaliam especialistas

0

Abalado pela morte trágica do seu principal líder, Eduardo Campos, o PSB foi provavelmente o partido que mais sentiu as turbulências da campanha eleitoral de 2014 e é também a legenda cujo futuro é mais difícil prever. Neste momento, como afirma seu presidente nacional Carlos Siqueira, o caminho do PSB é o de uma “oposição de esquerda”. “Os eleitores nos colocaram na oposição e assim vamos nos manter”, disse o presidente nacional do PSB.

“Neste primeiro momento, eles não têm muita alternativa a não ser se colocar dessa forma”, avalia o cientista político do Insper e colunista do jornal O Estadão de S.Paulo Carlos Melo. “A retórica tem que ser oposicionista, mas ao longo do ano que vem muita coisa pode acontecer”.

Para Melo, desde o momento em que Campos deixou a base de apoio ao governo de Dilma Rousseff (PT), em 2013, esse caminho já se configurava. Com a morte do candidato, o PSB teve de tomar decisões rápidas e acabou sendo levado a apoiar Aécio Neves (PSDB) depois da derrota de Marina Silva no primeiro turno. Isso empurrou o partido ainda mais para o campo oposto do PT, apesar de ter estado próximo do partido de Lula desde 1989.

O PSB passou de seis para três governadores, mas conseguiu crescer a bancada no Congresso Nacional: foi de 24 para 34 deputados federais e de quatro para sete senadores. “O partido cresceu, mas tem um problema sério de direção. Há uma parte ligada ao ex-presidente Roberto Amaral e lideranças no Norte e Nordeste que são petistas, e tem a parte paulista, ligada a Márcio França, e a ala pernambucana que são próximas ao PSDB”, lembra Melo.

Para ele, o partido pode até ficar próximo de outros na oposição a Dilma, como PPS e PSDB, mas corre risco de perder parlamentares que, por terem um alinhamento mais à esquerda, podem sentir que não estão mais ideologicamente representados e optar por trocar de legenda – o que é permitido pela legislação eleitoral. “Mesmo para especialistas, está muito difícil de prever o que vai acontecer com o PSB, só se tiver uma bola de cristal.”

O cientista político da Fundação Getúlio Vargas (FGV) Marco Antonio Carvalho Teixeira também disse considerar incerto o futuro da legenda, especialmente pelo drama da falta de liderança desde a morte de Campos. “Restou um partido sem liderança nacional. A grande aposta deles não existe mais.” Teixeira explica que o PSB há décadas servia como uma linha auxiliar do PT. Com o amadurecimento de Campos, alçou o voo solo mas não podia imaginar que perderia essa figura central, que era ainda jovem. “Para ser uma terceira via de fato, o partido precisa de liderança e é disso que o PSB carece. O grande risco nesse momento é voltar a ser apenas coadjuvante. Se for oposição ser linha auxiliar do PSDB, se voltar a ser governo, se firmar como linha auxiliar do PT.”

Teixeira avalia que o PSB ficou em uma situação peculiar, cresceu num projeto bastante calculado por Eduardo Campos, e agora, sem essa liderança central, é uma legenda média para grande, mas com configuração de partido pequeno. “O PSB é um grande partido, com vocação de nanico”, disse sobre a contradição.

O cientista político da FGV avalia que os quadros mais promissores do PSB hoje, como Márcio França em São Paulo, Paulo Câmara e Geraldo Júlio em Pernambuco e Ricardo Coutinho na Paraíba, são lideranças estaduais. Talvez o mais promissor para um quadro nacional seja o governador eleito do Distrito Federal, Rodrigo Rollemberg. “Rollemberg ganhou projeção, mas é preciso dar tempo. Ele é o que teria maior potencial pelo lugar estratégico em que se tornou governador e pelo momento do DF, que, pode-se dizer, vive uma fase de ‘terra arrasada’ em termos de liderança política”, disse Teixeira sobre os escândalos que envolveram os ex-governadores José Roberto Arruda e Joaquim Roriz.

Teixeira lembra também que o filho de Eduardo Campos, João, é um quadro promissor, mesmo que no médio ou longo prazo, já que ele tem 20 anos. “Se em 2016 ele se eleger o vereador mais votado em Recife, por exemplo, ele já ganha projeção”, afirmou. Para ele, investir na construção de uma liderança nacional é o caminho mais seguro para o PSB. “Trazer de fora pode ser um grande risco. Lembremos no que deu com o Garotinho.” Depois de aceitar a filiação do ex-governador do Rio Anthony Garotinho em 2000, o PSB lançou a candidatura presidencial dele em 2002. Garotinho acabou não chegando ao segundo turno da disputa, saiu para o PMDB e agora está no PR.

Fusão com o PPS

Processo que começa a ser discutido mais intensamente, em grande parte por esforço do presidente nacional do PPS, Roberto Freire, a fusão não é consenso dentro do PSB. Há integrantes do partido que a defendem, como forma de expandir a legenda e dar uma cara mais clara de oposição. Outros têm receio de que possa ser a desculpa que alguns integrantes, mais alinhados com o PT, procuram para desertar. “Não sei se o PPS seria uma opção muito agregadora para o PSB. Será que agrega atrair Freire, que nem se elegeu deputado em São Paulo?”, ponderou Carlos Melo do Insper.

Marco Antonio Carvalho Teixeira acredita que a fusão era mais provável com Eduardo Campos vivo que após a sua morte. “Hoje a fusão com o PPS seria um jogo de soma zero para o PSB, não vejo vantagem.” O PPS elegeu 10 deputados federais. Em 2010, havia elegido 12, mas a bancada já havia minguado a 7 até antes das eleições. O presidente nacional do partido, Roberto Freire, que vinha de seis mandatos consecutivos na Câmara, não conseguiu se reeleger. O PPS não tem representação no Senado, mas assumirá uma cadeira. José Antônio Medeiros é suplente de Pedro Taques (PDT), que foi eleito governador do Mato Grosso.

fonte: Estadão Conteudo

Neto

Após ouvir apelo de agricultora, Ricardo Ramos envia pipa d’água para abastecer família da mulher no Povoado do Lopes

0

2014-10-31-10.18.11-800x600Segundo informa José Mota da Silva morador do Povoado do Lopes em Ouricuri, Dona Maria Julia, conhecida como Graça, foi agraciada logo no inicio dessa tarde com um caminhão pipa d’água. Nosso informante disse ainda que a água foi enviada para a mulher pelo ex-prefeito Ricardo Ramos.

A agricultora Maria Júlia participou do Programa Nossa Voz da Rádio Voluntários da Pátria AM em Ouricuri desta sexta-feira (31), onde implorou pelo liquido, chegando a chorar e dizer que ela e todos de sua família haviam dormido sem janta, devido a falta do liquido.

COMENTÁRIO.

Quem ouviu a entrevista da ouvinte começa a ter noção do sofrimento d povo do município que quando chega esse período principalmente aumenta.

Deveria ser uma ação da gestão municipal, mas, segundo a reportagem foi preciso a intervenção do ex-prefeito Ricardo Ramos.

Nessas horas se um falhar que apareçam tantos outros para a solidariedade! (Edy Vieira).

Da redação/Blog Cariri Filho/Ftos: Internet

Requinte

Estiagem na cidade seca grama e lagos do Parque Lage e da Quinta da Boa Vista

0

RIO – Embora as torneiras das casas continuem com água, a estiagem no município, que ficou 113 dias sem chuva forte até esta sexta-feira, afetou em cheio cartões-postais da cidade. No Parque Lage, lagos e grama secaram. Uma situação que se repete na Quinta da Boa Vista. A temperatura máxima no Rio sexta-feira alcançou 37,8 graus, em Realengo. A mínima foi de 22,2 graus, na Marambaia, também na Zona Oeste. Mas a sensação térmica no município chegou a 40 graus na Penha.

De acordo com a meteorologista do Climatempo Bianca Lobo, uma massa de ar quente impediu chuvas no Sudeste em outubro. A cidade do Rio registrou um acumulado de 26,4 mm de precipitação, muito abaixo da média histórica, de 112,7 mm.

— Em novembro, o cenário deve mudar — afirma a especialista.— A tendência é a entrada de uma frente fria já na primeira semana do mês, com nuvens carregadas.

Apesar da previsão de chuvas esparsas em alguns momentos neste fim de semana, o temporal que castigou Vitória quinta-feira não vai chegar ao Rio.

— Existe previsão de chuva hoje (sábado), mas não tão forte quanto no Espírito Santo — afirma o meteorologista Almerino Marinho, do Instituto Nacional de Meteorologia (InMet).

Em sabatina promovida pelo GLOBO com candidatos, em 16 de outubro, o governador Luiz Fernando Pezão chegou a manifestar preocupação com a falta de chuvas no estado. Na ocasião, afirmou que se não chovesse dentro de 30 dias, “vamos ter problemas”.

A situação é mais grave no Norte Fluminense. Segundo a prefeitura de Campos, o Paraíba do Sul atingiu o nível mais baixo no município desde que começaram a ser feitas medições, em 1922.

Diretor-executivo do Comitê de Integração da Bacia Hidrográfica do Rio Paraíba do Sul (Ceivap), André Marques confirma que a vazão do Paraíba do Sul (abastece o Norte Fluminense e o Guandu) está muito baixa. O volume útil do chamado reservatório equivalente (média de todas as represas) é de 7,5%, (ou 315 bilhões de litros), o mais baixo desde 2003, quando chegou a cerca de 6%. Portaria da Agência Nacional de Águas (ANA) estabelece esse volume em 10%.

— Acredito que vai começar a chover e o problema seja amenizado. Mas o Estado do Rio tem que lutar muito pelo Paraíba do Sul, porque esse rio é muito importante para os fluminenses — diz Marques, numa referência à queda de braço com o governo de São Paulo, que defende a transposição das águas do Rio Jaguari (da Bacia do Paraíba) para atender a capital paulista.

A Cedae diz que não há paralisação do abastecimento. Por e-mail, informa que, em São João da Barra, há redução do fornecimento “devido ao aumento de salinidade na captação de água”. Nos últimos dias, a captação de água é reduzida na maré alta.

Da redação/O GLOBO

Vet

População: Sobra mulher no Nordeste, aponta levantamento do IBGE

0

Está faltando homem no Nordeste brasileiro. É o que aponta a publicação Estatísticas de Gênero 2014 – Uma análise dos resultados do Censo Demográfico 2010, divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta sexta-feira (31). Entretanto, os estados do Rio de Janeiro, no Sudeste, e Distrito Federal, no Centro-Oeste, lideram a lista de localidades onde está sobrando mulher. Pernambuco é o terceiro da fila e é seguido pelos nordestinos Paraíba e Alagoas.

homens-e-mulheresSão Paulo, Rio Grande do Sul, Ceará e Rio Grande do Norte completam o ranking dos dez estados brasileiros que estão com a proporção de homens e mulheres abaixo da média do País, que é de 96 meninas para cada 100 rapazes. No Rio de Janeiro, por exemplo, há 91,2 homens para cada 100 mulheres, no Distrito Federal a relação é um pouco maior: 91,6 homens para cada 100 mulheres. Já em Pernambuco, são 92,7 homens para as mesmas 100 mulheres. Por outro lado, na região Norte toda e no Mato Grosso, eles são a maior parte da população e os garotos estão “sobrando”.

Se os rapazes se animaram com o grande número de meninas em determinados estados, o IBGE alerta que, quando há maioria de mulheres, geralmente a população também é mais velha. Já no caso das meninas solteiras que já estão pensando em viajar para os estados onde os homens estão “sobrando”, o Mato Grosso é o local onde há 104,3 pessoas do sexo masculino para cada 100 do sexo oposto.

Da redação/NE10

 

Guardadas pelo Exército, provas do Enem chegarão ao destino dias 6 e 7

0

As provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) estão sob a guarda das Forças Armadas e serão distribuídas nos locais de prova nos dias 6 e 7 de novembro, informou o Ministério da Defesa. O Enem será realizado em 1.699 cidades, nos dias 8 e 9 de novembro. Estão inscritos 8,7 milhões de candidatos.

Segundo a Defesa, os exames estão guardados por 53 organizações militares do Exército Brasileiro, sob coordenação do 4º Batalhão de Infantaria Leve, situado em Osasco, na região metropolitana de São Paulo. Caberá aos militares do Batalhão de Osasco distribuí-las para outros quarteis da Força terrestre. Ao mesmo tempo, militares e equipamentos da Marinha e da Força Aérea Brasileira (FAB) distribuirão esses exames em 62 localidades de difícil acesso na região amazônica.

A pasta informa que aeronaves e embarcações partirão, em datas diversas, dependendo da distância e do meio de transporte empregado, das principais capitais daquela região, como Manaus, Belém, Porto Velho e Boa Vista, em direção aos mais longínquos municípios do país. A previsão de chegada ao local do exame é 6 de novembro. O percurso de volta começará no dia 10.

O acordo com o Ministério da Educação teve início em 2009 e tem por finalidade assegurar que os exames não cheguem a mãos indevidas ou sejam usados de forma criminosa.

Da redação/ABC

Mulher contribui com 40,9% da renda familiar, revela estudo do IBGE

0

A mulher contribui com 40,9% para a renda familiar; entre os homens, essa contribuição é de 59,1%, revela estudo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), divulgado nesta sexta-feira (31). É a primeira vez que o IBGE divulga esse dado. Entre as mulheres de áreas rurais, a participação feminina no rendimento da família é ligeiramente maior – 42,4%. A contribuição das mulheres é mais importante na zona rural nordestina (51%). E é menor na zona rural do Centro-Oeste (26%).

Quando o responsável pela família era branco, a parcela da contribuição feminina correspondia a 39,7%. Se o chefe da família era negro ou pardo, a contribuição da mulher foi maior: 42%. Nas famílias formadas por casais com filhos, a participação feminina também foi menor (31,7%) do que nas famílias monoparentais (70,8%), quando elas eram responsáveis pelo sustento.

O estudo do IBGE mostra ainda que na maioria dos estados do Nordeste a contribuição feminina para o rendimento familiar era maior do que a dos homens. No País, quanto maior a renda, menor a participação feminina no rendimento familiar. Entre os mais pobres (até meio salário mínimo per capita), essa participação foi de 45%. Já entre aqueles que ganhavam mais de dois salários mínimos per capita, a contribuição foi de 39,1%.

Da redação

Prefeito de Salgueiro é investigado por uso irregular de máquinas do PAC

0

A Polícia Federal investiga o uso irregular de maquinário fornecido pelo Governo Federal para obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), em Salgueiro. De acordo com a PF, um caminhão caçamba e uma pá carregadeira foram flagrados em uso na construção de um açude dentro de uma chácara pertencente ao diretor de trânsito da cidade, conhecido como Joan.

TratorSalgueiroREPRODUCAO-grandedentroAo abordar os trabalhadores da obra, os policiais foram informados que a ordem foi dada pelo encarregado de máquinas da Secretaria de Serviços Públicos, que por sua vez, disse ter recebido ordens do prefeito de Salgueiro, Marcones Libório. A polícia também constatou que não há ordem de serviço oficial. Serão ouvidos o prefeito e a secretária de serviços públicos, conhecida como Gorete. Libório poderá ser indiciado por utilizar indevidamente em proveito próprio ou alheio de bens, rendas ou serviços públicos e pode pegar de 2 a 12 anos.

Da redação

II Parada da Diversidade do Araripe acontece neste sábado em Ouricuri

0

Ouricuri é sede, pelo segundo ano consecutivo da Parada da Diversidade do Araripe. Nesta segunda edição, que acontece no próximo dia 1º de novembro, o evento contará com as presenças da drag queen, Black Negona; dos gogoboys, Igor Costa e Aquiles e da transexual, Nicolle Leite.

A Parada terá concentração às 16h em frente ao hotel Independência e deve reunir cerca de 10 mil pessoas. O trio elétrico percorrerá as principais ruas da cidade para sensibilizar as pessoas para o respeito à diversidade sexual; o combate a homofobia e a inclusão social dos gays, lésbicas, transgêneros e bissexuais.

O evento é organizado pelo Grupo de Apoio e Defesa dos Homossexuais do Araripe (Gadha) e terá como madrinahs a Primeira-dama de Ouricuri, Daniela Sá e a Secretária de Educação, Cristina Ivana. Para o presidente do Grupo, Gledson Pereira de Resende, cujo nome artístico é Abelha Rainha, esta é uma ação contra todo o preconceito.

“O nosso principal intuito é combater a homofobia, promover a inclusão social e o respeito à diversidade sexual. Este é um trabalho contínuo e deve ser uma bandeira diária de luta em favor do respeito ao outro e do basta ao preconceito”, destaca Gledson.

Da redação