Blog Página 696

Suzane von Richthofen se casa com sequestradora no presídio de Tremembé

0

A ex-estudante Suzane von Richthofen, condenada a 38 anos e seis meses pela morte dos pais em outubro de 2002, está casada.

Suzane, que antes ocupava a ala das evangélicas da penitenciária de Tremembé, no interior paulista, agora divide a ampla cela das presas casadas com sua mulher e mais oito casais.

A mulher da ex-estudante é Sandra Regina Gomes, condenada a 27 anos de prisão pelo sequestro de uma empresária em São Paulo. O casamento foi decretado em setembro, quando as duas assinaram um documento de reconhecimento de relacionamento afetivo, que funciona como uma certidão de casamento na prisão, impondo certas regras. Caso o casal se separe, as presas não poderão voltar à cela das casadas por seis meses.

Antes de casar com Suzane, Sandra Regina Gomes era mulher de Elize Matsunaga, que ficou famosa por matar e esquartejar seu marido, Marcos Kitano Matsunaga, chefe da indústria de alimentos Yoki, em junho de 2012. O relacionamento teria acabado justamente após Sandra se interessar por Suzane. As três conviviam na oficina de costura da prisão, onde Suzane ocupa um cargo de chefia.

Tanto Suzane quanto Sandra Regina abriram mão de benefícios para se casar. Em agosto, a ex-estudante adiou sua mudança para o regime semiaberto, que seus advogados tentavam desde 2008, pois a mudança implicaria na sua saída do presídio de Tremembé, que só recebe presas em regime fechado. Já Sandra Regina teve que cumprir quarentena para se casar novamente.

matsunaga_331Antes de ser transferida para Tremembé, Suzane já teria provocado paixões em outras penitenciárias. Em Rio Claro, duas funcionárias do presídio teriam chegado a brigar pelo amor de Suzane, mas não sem antes conceder a ela regalias como acesso a internet. Já em Ribeirão Preto um promotor teria se apaixonado por ela e lutado para tirá-la do crime. No entanto, Suzane teria denunciado o promotor, que foi punido por comportamento inadequado pelo Ministério Público.

A influência e poder de persuasão de Suzane dentro do presídio são frequentemente citados pelos funcionários. Esse poder teria possibilitado a ela ser a mentora do assassinato dos próprios pais, mortos pelos irmãos Daniel e Cristian Cravinhos de Paula e Silva. Daniel, de 21 anos, era namorado de Suzane na época. Eles foram condenados a 39 e 38 anos de prisão, respectivamente.

As informações são do jornal Folha de São Paulo.

Neto

Marina Silva não comunicou saída do PSB, diz Siqueira

0

O presidente nacional do PSB, Carlos Siqueira, afirmou nesta terça-feira (28) que “nunca” considerou a possibilidade de permanência de Marina Silva na legenda. A ex-ministra foi derrotada na disputa pela presidência da República ainda no primeiro turno, após substituir Eduardo Campos, morto em 13 agosto em um acidente aéreo em Santos, no litoral paulista.

“Ela não comunicou nada (sobre saída), mas nós do PSB nunca tivemos a ilusão de que Marina Silva veio para o partido para ficar”, afirmou o dirigente em entrevista à reportagem.

Na tarde desta terça-feira, Marina recorreu às redes socais para informar que não pretende abandonar os planos de criar a Rede Sustentabilidade. “A ex-senadora Marina Silva reafirma seu compromisso e disposição de, ao lado de dirigentes e militantes da Rede Sustentabilidade, buscar os meios efetivos para obter o registro do partido”, diz a mensagem. A Rede só poderá ser considerada um partido formal após conseguir o número necessário de assinaturas de eleitores pela criação da sigla e passar pela aprovação do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

“Ela é uma filiada provisória no nosso partido, embora seja uma pessoa por quem guardamos muito apreço, mas sabemos ela está na tarefa de criar o seu partido, o que respeitamos e achamos natural”, ressaltou Carlos Siqueira.

Segundo Siqueira, não restou nenhum ressentimento da briga que tiveram logo após Marina assumir o comando da disputa presidencial. Na ocasião, o dirigente se afastou das decisões da campanha que passaram a ser coordenadas por representes da Rede, que ingressaram no PSB junto com a candidata.

“Quando eu estava quase eleito presidente do PSB, tomei a iniciativa de ligar para Marina porque, como todos sabem, houve desavenças entre nós. Disse que tinha visto notinhas de que ela podia ficar constrangida de continuar no PSB, ainda que provisoriamente em função da minha ascensão à presidência do partido. Disse que não tinha problema pessoal com ela, apenas um problema político que havia sido superado”, ponderou Siqueira.

(Fonte: Estadão Conteúdo)

Plenária: Dilma sofre primeira derrota na Câmara após as eleições

0

Em disputa política realizada nesta terça-feira (28), o projeto PDC 1491/14, que anula o decreto presidencial que criou a Política Nacional de Participação Social, foi aprovado pela Câmara, derrotando o governo na primeira votação depois da reeleição da presidente Dilma. Os partidos de oposição conseguiram o apoio de algumas legendas da base, conseguindo suspender o Decreto 8.243/14. O projeto PDC 1491/14, que é de autoria de Mendonça Filho (DEM-PE), agora passará pelo Senado.

O Decreto 8.243/14 causa polêmica desde junho no Congresso. O presidente da Câmara, deputado Henrique Eduardo Alves, afirmou que a norma invade a atribuição do Congresso. Alves comemorou a derrubada do decreto, que foi histórica.

Apenas três partidos (PT, PCdoB e PSOL) e parte do Pros tentaram inviabilizar a votação, apresentando requerimentos. Todos os outros partidos da base se aliaram à oposição. Para que a obstrução criada pelos três partidos fosse derrubada, foram necessárias duas horas e meia de debates. O decreto presidencial acabou sendo derrotado em votação simbólica.

Para a líder do PCdoB, Jandira Feghali (RJ), o resultado represena uma “coisa menor” quando comparada com a vitória da presidente Dilma Rousseff nas eleições. Ainda de acordo com Feghali, os conselhos populares podem ser retomados em projeto de lei.

9fc739a73ced41aadf0adb7ca879b07bO decreto presidencial previa um sistema de participação liderado pela Secretaria-Geral da Presidência. Estavam previstos um conselho permanente; comissões temáticas; conferências nacionais periódicas; uma ouvidoria pública federal; mesas de diálogo; fóruns interconselhos; audiências e consultas públicas; e ambiente virtual de participação social. Isso permitiria que entidades influenciam nas políticas e programas do governo, consolidando a participação como um método de governança.

Para o Congresso, no entanto, não agradou o ponto do Decreto que dá para o secretário-geral da Presidência da República, Gilberto Carvalho, o poder de indicar integrantes das instâncias e decidir a forma de participação. Mendonça Filho alega que o projeto teria natureza autoritária. Já de acordo com Alceu Valença (PMDB-RS), os conselhos que seriam criados, teriam o cmando na “da antessala da Presidência da República”. Para o líder do PSDB, deputado Antonio Imbassahy (BA), o decreto mudaria a lógica da democracia representativa.

Durante o debate sobre o decreto, deputados do PT e do Psol várias vezes afirmaram que a oposição tinha a intenção de criar um “terceiro turno eleitoral”. Para o deputado Henrique Fontana (PT-RS), líder do governo, o decreto fortaleceria um conjunto de conselhos. O mesmo ponto é defendido por Afonso Florence (BA), vice-líder do PT.

O Plenário da Câmara quebrou a tradição das últimas eleições ao realizar votação na semana seguinte ao segundo turno das eleições. Nas três últimas eleições presidenciais (2002, 2006 e 2010), o Plenário só iniciou votações apenas na segunda semana após o pleito.

Da redação/JC

Vet

João Campos nega pretensão eleitoral

0

Novo secretário de Organização do PSB de Pernambuco, o filho mais velho do ex-governador Eduardo Campos (PSB), João Campos, afirmou que não tem nenhuma “pretensão eleitoral” ao assumir o novo cargo. Presente na solenidade em homenagem ao seu pai, na Assembleia Legislativa do Estado (Alepe), nesta terça-feira (28), ele relatou que já trabalha no partido desde as eleições municipais de 2012.

“Sempre trabalhei em favor do PSB, em favor do projeto do nosso grupo em diversas campanhas, como a do prefeito do Recife e do interior. Pude acompanhar meu pai na pré-campanha pelo Brasil. Sempre me dediquei a isso. Agora tenho essa oportunidade de ajudar ainda mais o partido, sempre que o partido precisar vai poder contar comigo”, afirmou João.

O filho de Eduardo Campos também explicou sobre sua nova função dentro do partido. “É uma função que mobiliza congressos, que prepara cursos, que conversa com segmentos. Vamos desempenhar uma função que a gente quer aproximar mais a sociedade do partido. Então quem puder faz um curso de formação política, através da fundação João Mangabeira do partido, além de participar de congressos de juventude no interior do Estado”, explicou.

“Vamos buscar novas lideranças. Buscar jovens de escolas públicas, de institutos federais, buscar interiorizar o partido. Então, tudo isso passa por essa área, e os demais companheiros da Executiva também. Não cabe só a minha, mas é toda a Executiva”, completou.

Da redação.

XENOFOBIA: OAB-PE pede investigação de mensagens preconceituosas

1

A Ordem dos Advogados do Brasil em Pernambuco (OAB-PE) irá protocolar, hoje, um pedido de instauração de notícia-crime na 1ª instância do Ministério Público Federal para que sejam apurados os casos de incitação ao preconceito disseminados nas redes sociais contra os eleitores nordestinos. Os responsáveis pelas publicações podem ser condenados a até três anos de reclusão.

A vitória da presidente Dilma Rousseff (PT) no segundo turno, com um alto percentual de votos na região Norte e Nordeste do País, gerou uma onda de manifestações preconceituosas no Facebook e no Twitter. Um dos mau exemplos é o da internauta Regina Zouki que publicou: “desejo do fundo do coração que (os nordestinos) sejam tomados pela desnutrição, que seus bebês nasçam acéfalos, que suas crianças tenham doenças que os médicos cubanos não consigam tratar, que o Ebola chegue no Brasil pelo Nordeste e que mate a todos!”. Após receber diversas críticas, Regina excluiu o seu perfil da rede social.

Segundo o presidente da OAB-PE, Pedro Henrique Alves, a iniciativa tomada pela instituição possui natureza pedagógica. “O nosso desafio é saber divisar entre a liberdade de expressão e o limite do direito. Lamentavelmente a situação já era esperada, porque ocorre com frenquência”, disse. “As pessoas precisam saber que os atos têm consequências”, ressaltou.

De acordo com o requerimento da entidade, o crime de “incitação ao preconceito” está previsto no artigo 20 da Lei número 7.716/89, que pode ser caracterizada pelo preconceito contra “procedência nacional”.

“Essa lei possui um agravante para o caso do crime ter sido cometido em redes sociais. Você pode incitar cinco pessoas em uma sala de reunião ou cinco milhões na rede”, explicou Pedro Henrique.

A notícia-crime será distribuída para um dos procuradores do MPF que avaliará o pedido da OAB. A Polícia Federal poderá colaborar com a investigação dos suspeitos.

Da redação.

Inscrições no concurso da Defensoria Pública do Estado estão abertas

0

As inscrições no concurso público para defensor público do Estado já estão abertas. O cadastro dos participantes pode ser efetuado através do endereço eletrônico www.cespe.unb.br até o dia 12 de novembro. O processo seletivo visa o provimento de 20 oportunidades para a função, cujo subsídio inicial equivale a  R$ 10.182,29.

Defensoria Pública de Pernambuco
Vagas:20
Cargo: defensor público
Nível: superior
Salário: R$ 10.182,29
Inscrições:de 24/10/2014 até 12/11/2014
Taxa:R$ 260
Prova:11/01/2015
Inscrições: www.cespe.unb.br

Da redação.

Falso médico que atuava em Nazaré da Mata é preso em Goiana

0

Um falso médico foi preso em flagrante, nesta segunda-feira (27), na cidade de Nazaré da Mata, na Mata Norte do Estado, depois de denuncia anônima feita ao Conselho Regional de Medicina de Pernambuco (Cremepe). João Antônio Santana da Silva, de 35 anos, também conhecido por Toni, usava um registro e o nome de um cirurgião de São Paulo para atuar irregularmente no Estado, mas tinha somente o ensino médio. Com documentos fraudulentos, ele conseguiu enganar gestores de clínicas e hospitais que o contratavam para serviços com especialista em pediatria, geriatria e ortopedia.

2710medicoSegundo a Polícia, há uma semana, o Cremepe foi acionado com a suspeita do exercício ilegal da profissão e começou a averiguar o caso. O primeiro indício de irregularidade foi referente à numeração do registro do falso médico, que tinha seis dígitos, quando, no Estado, os números têm cinco. Outro fato que chamou a atenção foi o fato de João Antônio se apresentar como profissional de múltiplas especialidades. O flagrante do crime ocorreu em um estabelecimento particular onde ele atuava, no centro de Nazaré da Mata.

Ainda conforme a Polícia, o suspeito apresentou vários documentos falsos, como diploma e certidões em que constavam tanto o nome do médico paulista como o seu próprio, além de uma carteira de militar da Marinha. João Antônio já tinha atendido cerca de 70 pacientes no local desde que começou a trabalhar lá, em julho deste ano. Foi comprovado, ainda, que o falso médico já havia atuado em Tracunhaém, Vicência e no Hospital Municipal de Nazaré.

O homem foi indiciado por falsidade ideológica, falsificação de documento e exercício ilegal da medicina e foi encaminhado para a Penitenciária Doutor Ênio Pessoa Guerra, em Limoeiro.

Da redação.

Concurso para agente da PF suspenso

0

O concurso público para agente de polícia federal foi suspense devido a uma decisão judicial. O comunicado foi feito pela organizadora do certame, o Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cespe/UNB), na tarde desta segunda-feira (27). Segundo a publicação, o certame da Polícia Federal (PF) a suspensão cumpre decisão proferida nos autos da Ação Civil Pública n.º 2002.38.03.000070-8/1ª Vara Federal da Subseção Judiciária de Uberlândia/MG. Confira comunicado aqui.

O Blog dos Concursos procurou a assessoria da PF, que informou não ter sido oficialmente citada a respeito da determinação, portanto eles alegaram não ter informações sobre as consequências desse ato até o momento. A PF não soube declarar se essa suspensão seria para adequação de edital a partir de deliberação da Justiça, ou se haverá até mesmo um cancelamento do certame. Ainda segundo a assessoria do órgão, a PF só deve emitir nota sobre o fato nesta quarta-feira (29), já que é o Dia do Servidor Público é celebrado nesta terça-feira (28).

As inscrições no concurso público da Polícia Federal (PF) terminaram no último domingo (26) pelo endereço eletrônico www.cespe.unb.br/concursos/dpf_14_agente. Até então, o processo seletivo visava o provimento de 600 vagas para o cargo de agente, que exige nível superior de escolaridade. Ao ser aberto, o certame ocorreria nacionalmente, porém, para a escolha de lotação, seriam disponibilizadas vagas preferencialmente nos estados do Acre, Amapá, Amazonas, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Rondônia e Roraima e em unidades de fronteira. O salário inicial é de R$ 7.514,33 para uma jornada de trabalho de 40 horas semanais.​

Da redação