Blog Página 678

Debate marcado pela troca de acusações

0

Assim como o primeiro debate entre os candidatos à Presidência da República, o segundo encontro entre a presidente e postulante à reeleição, Dilma Rousseff, e Aécio Neves (PSDB), foi marcado pela troca de acusações, denúncias de lado a lado e um festival de “a senhora está mentindo” e “o senhor está desinformado”. Mais uma vez o conteúdo programático do debate deu lugar ao embate franco entre o tucano e a petista. O caso da Petrobras e o nepotismo, temas recorrentes do confronto anterior, uniram-se ao episódio em que o tucano foi parado durante uma blitz da Lei Seca.

Logo na primeira pergunta, Aécio Neves trouxe para o confronto a questão da corrupção. Ao falar da Petrobras, citou a informação de que o Tribunal de Contas da União está ameaçando suspender o repasse de 3,8 bilhões ao Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro (Comperj).

A presidente afirmou que “em relação a tudo o que está acontecendo na Petrobras quem investigou, a Polícia Federal, foi levada a investigar, e que ao contrário do passado, não era dirigida por afiliados ao PSDB”. E elencou uma série de escândalos da época do Governo Fernando Henrique.

“Onde estão os corruptos, onde os corruptos da compra de votos para a reeleição? Todos soltos. Onde estão os corruptos do metrô de São Paulo, e dos trens? Todos soltos. Onde estão os corruptos da “pasta rosa”? Todos soltos. Onde estão os corruptos do processo Sivan? Todos soltos. Onde estão os corruptos da “privataria tucana”? Aquela do limite da irresponsabilidade. Todos soltos. Quero dizer para o senhor, eu tenho um compromisso diferente. O meu compromisso é investigar e punir”, disparou a petista.

E a troca de farpas continuou nas perguntas seguintes. Ao ser questionado por Dilma por que o PSDB foi contra a criação do Prouni, Aécio voltou ao tema anterior e acusou a presidente de “prevaricar”. “Se a senhora acha que houve tantos crimes cometidos no governo do PSDB, a senhora lista aqui vários deles, vocês governaram o Brasil por doze anos, candidata, por que a senhora não investigou, por que a senhora não fez novas denúncias? Porque não existia o que investigar. Ou então a senhora prevaricou”, disparou o tucano.

Em mais uma troca de farpas livre, a presidente Dilma indagou Aécio sobre nepotismo, numa referência à irmã do tucano, que atuou no governo mineiro. Também citou um tio, três primos e três primas empregados por Aécio em Minas, dizendo que todos esses casos não foram explicados pelo candidato do PSDB. “Candidato, eu nunca nomeei parentes para o meu governo, eu gostaria de saber se o senhor nunca fez a mesma coisa.”

O tucano rebateu na mesma moeda. “Ela (Andréa) assumiu o serviço de voluntariado do Estado de Minas Gerais, me ajudou a coordenar a área de comunicação sem remuneração, candidata. Agora, candidata, a senhora conhece Igor Rousseff, seu irmão foi nomeado pelo prefeito Fernando Pimentel no dia 20 de setembro de 2003, e nunca apareceu para trabalhar, candidata. Essa é a grande verdade, lamento ter que trazer esse tema aqui, a diferença entre nós é que a minha irmã trabalha muito e não recebe nada, o seu irmão recebe e não trabalha nada”, contra atacou o tucano.

Segundo bloco

Apesar das acusações, as propostas começam a aparecer na segunda parte do programa. Os candidatos Aécio Neves (PSDB) e Dilma Rousseff (PT) discutiram temas como segurança e infraestrutura. No entanto, o clima entre os dois postulantes continuam tenso, principalmente com acusações sobre corrupção. Assim como no debate anterior, os postulantes tentaram contestar os dados uns dos outros.

“Infelizmente, candidata, o orçamento, sequer o orçamento que já não é grande coisa do Ministério da Justiça, do Fundo Nacional de Segurança, e do Fundo Penitenciário, não foram executados nem na sua metade. Do Fundo Penitenciário, um pouco mais de 20% agora. Do Fundo Nacional de Segurança, cerca de 40%. Aonde é que estão as políticas de controle das nossas fronteiras, candidata?”, questionou Aécio, em relação as medidas tomadas pelo governo de Dilma.

Dilma também questionou os números que Aécio tinha colocado sobre a segurança nas fronteiras. O tucano disse que 87% do que se gasta em Segurança Pública vem dos Estados e municípios e ainda que “apenas 13% da União, e a União é quem mais tem”.

“Candidato, eu acho que o senhor está usando números incorretos. O que acontece, candidato? A Constituição atribuiu aos estados o controle e a segurança interna do país. Eu quero mudar isso, eu acho que a União tem de participar. E nós mostramos durante a Copa que quando a União participa, articuladamente com os estados, e quero dizer os doze estados no qual nós tínhamos centros de comando e controle, nós conseguimos conter todas as formas de violência”, relatou a petista.

Terceiro bloco

Na última parte do programa o tema mais polêmico foi sobre a Lei Seca. A presidente questionou sobre o uso do bafômetro pelos motoristas ao candidato Aécio Neves. A pergunta, na verdade, era uma indireta para o tucano que já tinha sido flagrado pela Lei Seca.

“Eu tive um episódio sim, e reconheci, candidata, eu tenho uma capacidade que a senhora não tem. Eu tive um episódio que parei numa Lei Seca porque minha carteira estava vencida e ali naquele momento inadvertidamente não fiz o exame e me desculpei disso. Como a senhora não se arrepende de nada no seu governo. É importante que nós olhemos para frente”, repudiou o tucano.

Em resposta, Dilma relatou que a Lei Seca é importante para o País e que nunca dirigiu “sob álcool e droga”.

No final a presidente teve uma queda de pressão e passou mal, mas logo depois voltou a conceder entrevista à imprensa.

Da redação

Neto

Polícia Federal confirma a existência do “mensalão pernambucano”

0

Caso que corria em segredo de justiça foi divulgado na semana passada pelo blog da procuradora Noélia Brito e já está sendo chamado de “mensalão pernambucano”, o maior esquema de corrupção instalado no Governo de Pernambuco, na gestão do PSB. Nessa segunda-feira (13), em entrevista à rádio Jornal de Recife, o chefe de comunicação da Polícia Federal, Giovani Santoro, confirmou a existência das operações desencadeadas pela PF para investigar desvios de dinheiro público em Pernambuco e afirmou que o inquérito n° 433/2007 está em poder do Ministério Público.

Giovani não citou nomes, nem adiantou detalhes, porque o caso corre em segredo de justiça. Todo o processo foi investigado e documentado pela Polícia Federal, mas agora a punição dos acusados depende unicamente da justiça. O Ministério Público Federal divulgou nota informando que o caso está sob a responsabilidade do Ministério Público Estadual, por decisão do Tribunal Regional Federal da 5ª Região. A ação penal n° 0004076-71.2010.4.05.8300 pode ser acompanhada no site da Justiça Federal em Pernambuco.

Grampos da Polícia Federal flagraram crimes como fraudes em licitações com comissões que chegavam até 35% dos valores contratados, nas diversas secretárias de PE, durante a gestão de Eduardo Campos. Os recursos desviados foram usados para financiar campanhas no Estado.

As operações “Farda Nova” e “Zelador”, deflagradas inicialmente para investigar ações do doleiro Jordão Emerenciano, acabaram descobrindo um grande esquema de tráfico de influência, lavagem de dinheiro e corrupção ativa e passiva, de políticos e empresários, na gestão socialista.

Da redação/Diário de PE.

Requinte

Em Ouricuri candidato Antonio Holanda diz que foi traido pelo PP e teve pleito prejudicado

0

O candidato a deputado estadual Antonio Holanda (PP), em entrevista ao programa Nossa Voz da Rádio Voluntários da Pátria em Ouricuri, neste dia 15/10, afirmou está decepcionado com a direção do partido por não ter recebido apoio neste pleito.

Segundo o ex candidato, o presidente do Diretório Municipal, o senhor Washington Vieira, além de não apoiá-lo, chegou a pedir que o mesmo desistisse da candidatura para apoiar outro candidato da cidade.

Antônio Holanda obteve nas urnas de Ouricuri, 699 votos e ao todo no Estado, 937. Diante dessa situação, se mostrando decepcionado, afirmou que deixará o PP, porém ainda não tem uma definição para onde migrará, afirmando ainda que deverá concorrer no pleito de 2016 como candidato a vereador.

Irmão Holanda, como também é conhecido, disse estar decepcionado com a direção de sua igreja, (Assembleia de Deus), de Ouricuri que não o apoiou e ainda pressionou os fiéis a não votarem em sua pessoa, vindo a apoiar um candidato do PSB de Recife, o presbítero Adauto Santos, que foi eleito deputado estadual.

Ele acrescentou ainda que o dirigente da igreja em Ouricuri, o pastor Jabson Avelino, além de proibir o voto a ele (Irmão Holanda), perseguiu os irmãos que usavam os seus adesivos de campanha, determinado que os mesmos os retirassem e não mais usassem.

Da redação/blogEmanuel Cordeiro/Foto: Edy Vieira

Vet

EMPRESÁRIO JUAREZ SARAIVA VISITA CASA RODRIGO CASTOR E CONVIDA VEREADORES PARA O SEU ANIVERSÁRIO.

0

Já se aproximando a data do seu aniversário, o empresário Juarez Saraiva esteve na Câmara de vereadores na noite de terça-feira (14) para convidar os edis para esse momento importante da sua vida onde ele completará 50 anos de vida.

SAM_4377É com alegria que uso essa tribuna para fazer o convite. Não é um evento político é a comemoração do meu aniversário.

Serão três dias de festa e sentirei grande alegria de lhes receber em minha residência, disse Juarez.

A festa está marcada para ter inicio no dia 17 e vai até o dia 19 onde haverá uma homenagem a Luiz Gonzaga.

Por Edy Vieira

Da redação do Blog do edy.com.br

CAMPANHA: TRE-PE apreende primeiros materiais de campanha presidencial

0

O Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE-PE) apreendeu os primeiros materiais da campanha no segundo turno dos candidatos à presidência Dilma Rousseff (PT) e Aécio Neves (PSDB). Adesivos e panfletos da petista estavam sendo distribuídos, na última quarta-feira (15), dentro do Campus da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Na terça-feira (14), a comissão de propaganda do Recife havia recolhido bandeiras de Aécio dispostas no canteiro central da avenida Agamenon Magalhães.

Pernambuco passou a ser “a menina dos olhos” dos candidatos, que disputam o espólio de eleitores deixado por Marina Silva (PSB), candidata derrotada no primeiro turno, mas que saiu vitoriosa no Estado. Nesta semana, os comitês estaduais dos presidenciáveis intensificaram a distribuição dos materiais. Porém, a condução das campanhas estão em desconformidade com a legislação eleitoral.

Ontem, por volta das 11h30, os oficiais de justiça do TRE-PE realizaram uma diligência na UFPE depois de terem recebido denúncias por e-mail. Segundo a comissão de propaganda, cerca de 15 alunos estavam na saída do refeitório universitário abordando os transeuntes para entregar o material. Foram apreendidos sob posse do grupo, dois rolos de “praguinhas”, adesivos para carro e dois lotes de panfletos.A lei proíbe propaganda eleitoral de qualquer natureza na universidade, por considerá-la um “bem de uso comum”.

No dia anterior, a equipe de fiscalização apreendeu 47 bandeiras de campanha de Aécio, pois as bases de concreto estavam dispostas sobre uma área gramada, pública, localizada na Agamenon Magalhães.

Da redação

SEGUNDO TURNO: Paulo Câmara pede engajamento de prefeitos na campanha Aécio Neves

0

Com o auxílio da Associação Municipalista de Pernambuco (Amupe), o governador eleito Paulo Câmara (PSB) convocou os gestores municipais que estão na base governista e delegou a eles o dever de pedir votos ao senador Aécio Neves (PSDB) no segundo turno presidencial. Faltando pouco mais de uma semana para o pleito, a intenção é reforçar a campanha para transferir os votos que foram obtidos por Marina Silva (PSB) no primeiro turno para o candidato do PSDB. O governador eleito se reuniu com aproximadamente 120 prefeitos, além de vice-prefeitos, vereadores e ex-prefeitos, num hotel em Gravatá, onde ocorria um evento organizado pela Amupe.

O presidente da instituição, o prefeito José Patriota (PSB/Afogados da Ingazeira), ficou responsável por fazer a intermediação do encontro. Ao abrir o evento, ele explicou que a convocação foi feita em nome da Frente Popular de Pernambuco. Além do Paulo Câmara, o presidente do PSB estadual, Sileno Guedes, também participou do ato.

No discurso, Paulo agradeceu a confiança dos prefeitos governistas e pediu que o mesmo empenho verificado na sua campanha seja revertido na segunda etapa das eleições. “Venho pedir que a confiança que depositaram em mim, vocês depositem em Aécio para que, a partir de janeiro de 2015, ele possa cumprir os compromissos firmados”, disse. Segundo Paulo, a aliança com o tucano não é apenas “eleitoral”. O governador eleito afirmou que a decisão de apoiar Aécio é uma aposta para mudar a vida dos brasileiros.

Paulo fez críticas ao atual modelo de distribuição de recursos e garantiu que o candidato do PSDB tem o compromisso de rever o formato. O socialista ainda afirmou que Aécio Neves se comprometeu em ampliar ações feitas por Eduardo Campos em Pernambuco, como o Pacto pela Vida.

Aproveitando a insatisfação dos prefeitos com o repasse do Fundo de Participação dos Municípios (FPM), Paulo lembrou da distribuição do Fundo Estadual de Apoio aos Municípios. Ele lembrou que o FEM se transformou numa política de Estado e que será distribuído todos os anos.

O prefeito de Xexéu, Eudo Magalhães (PSB), afirmou que contratou “mil militantes para para ajudar a dar uma vitória maiúscula a Aécio Neves em Pernambuco”. Contou que teve a iniciativa em consideração ao governador eleito. Gestores do PT e PTB também participaram do ato. Paulo disse que o tratamento com prefeitos que estiveram na oposição na eleição municipal será o mesmo dado aos governistas.

Ao final do encontro, o prefeito da Amupe, José Patriota, disse que já havia uma previsão de reunião entre os gestores e o governador eleito. O evento foi feito após o ato da Amupe para aproveitar o local e a data, já que o deslocamento para o Recife é mais complicado.

Na próxima semana, Paulo terá agendas na Zona da Mata, Agreste e Sertão com o intuito de levar o nome de Aécio Neves ao interior.

Da redação/JC

DIA DO PROFESSOR: Mensagem do Vereador Lela e Família

0

Professor Mestre

Ele divide o seu tempo,
Caminha, despertando sabedoria,
é parceiro da alegria de tantos.
Abre portas de um novo amanhã,
Questiona a vida e desperta uma realidade.
Nas fórmulas, de raciocínios e regras.

Mestre!
Que estende a mão,
tem o diálogo da nova caminhada
para a aventura da vida.
Faz germinar a missão de ensinar não só letras,
Mas, paz, esperança, solidariedade e coragem,
Para um novo amanhã que virá.
Um exemplo para vencer na vida.
As lições permaneceram: alguém que superou a dor,
que foi lembrança, razão e o progresso,
superando o cansaço a preocupação.
Apenas uma luz, em suas mãos, um livro, uma pintura.
Em seu olhar, a alegria de uma poesia.

Feliz dia 15 de outubro, Dia do Professor!

Da redação/ASCOM

DIA DO PROFESSOR: Mensagem dia do professor de Dr. Anderson e Família.

0

Obrigado por fazerem do aprendizado não um trabalho, mas um contentamento. Por fazerem com que nos sentíssemos pessoas de valor. Por nos ajudarem a descobrir o que fazer de melhor e, assim, fazê-lo cada vez melhor.

Obrigado por afastarem o medo das coisas que pudéssemos não compreender, levando-nos, por fim, a compreendê-las… Por resolverem o que achávamos complicados… Por serem pessoas dignas de nossa total confiança e a quem podemos recorrer quando a vida se mostrar difícil… Obrigado por nos convencerem de que éramos melhores do que suspeitávamos.

Feliz Dia dos Professores!

Da redação/ASCOM