Agricultores do Araripe recebem declaração de certificação orgânica

Agricultores do Araripe recebem declaração de certificação orgânica

0
COMPARTILHAR

Em média 68 agricultores e agricultoras do Araripe pernambucano receberam a declaração de certificação orgânica. O documento foi entregue durante Assembleia Geral ordinária da Associação dos Agricultores e Agricultoras Agroecológicos do Araripe (EcoAraripe) realizada na última sexta-feira, 12, no auditório do Caatinga em Ouricuri.

Fazem parte da EcoAraripe agricultores e agricultoras de Ouricuri, Santa Cruz, Araripina, Ouricuri, Parnamirim e Santa Filomena. Com a Certificação participativa da produção vegetal da agricultura familiar, as famílias agricultoras poderão comercializar com selo orgânico em feiras, supermercados, lojas e restaurantes.

Na certificação participativa grupos organizados de agricultores, dentro das comunidades, fiscalizam e apoiam famílias na produção de vegetais de modo que estas possam receber a certificação. Além da entrega da declaração, durante assembleia houve a eleição e posse da nova diretoria da EcoAraripe, além de discussões sobre o beneficiamento, armazenamento e comercialização dos produtos agroecológicos certificados.

EcoAraripe_Foto_Caatinga (3)O algodão agroecológico foi outra pauta discutida no evento. Com uma produtividade boa, mesmo com a pouca quantidade de chuva, o algodão produzido neste ano em comunidades de Santa Cruz soma cinco mil quilos de pluma que já está vendido para a empresa espanhola Organic Cotton Colors, como afirma o agrônomo que acompanha a EcoAraripe, Pedro Filho.

“Esse é ponta-pé inicial para o resgate da produção do algodão. Este processo é tão importante que mesmo antes de produzir a gente já havia comercializado. Até o final do mês os agricultores já receberão 50% do valor comercializado. Esperamos que em 2015 o número de produção e de agricultores seja ampliado”, almeja, Pedro Filho.

Da redação/ASCOM ONG CAATINGA

Saphira
Neto
Izano

DEIXE UMA RESPOSTA